Login
Publicações

Advocacia e Perspectivas de um Novo Mercado de Trabalho

A Advocacia e Perspectivas de um Novo Mercado de Trabalho
Advocacia e Perspectivas de um Novo Mercado de Trabalho

Com o advento da Lei 13.140/15 - Lei de Mediação e do Novo Código de Processo Civil, os métodos autocompositivos (cuja tomada de decisão é feita pelas partes) de solução de conflitos, ganham o merecido destaque, dando um pontapé para a transformação da cultura jurídica do país.

No entanto, ainda há muito caminho pela frente para que a semente plantada pelo legislador germine. A mediação, em especial, pede por uma análise mais profunda por parte dos advogados, quanto à função social de sua atividade, sua responsabilidade pela justiça e pacificação social.

O advogado é a porta de entrada quando buscamos solucionar nossos conflitos, e quando este advogado está preparado para atuar neste novo cenário jurídico, não apenas propaga a cultura de paz, sua habilidade reflete ainda, na maior satisfação do cliente, desafoga o judiciário, aumentando sua oferta de serviços, um diferencial para o qual, pouquíssimos profissionais ainda estão qualificados.

Na mediação os conflitos recebem uma abordagem mais profunda, buscando sua raiz e os reais interesses buscados pelas partes, que atualmente, cobram uma resposta mais rápida e eficaz dos advogados, reféns da morosidade da justiça estatal. E é neste cenário, que nasce um novo mercado de trabalho, promissor, e com ilimitadas possibilidades.

Hoje o advogado capacitado em mediação de conflitos se destaca e inova sua oferta de serviços em seu escritório, lembrando que no desempenho da função de mediador, ali não atuará como advogado, pois necessário se desvestir desta profissão para atuar com capacidade técnica e pureza ética, como terceiro facilitador do diálogo, cujo resultado se traduzirá em um título executivo extrajudicial quando as partes celebrarem um acordo na sessão de mediação.

Nesta nova perspectiva do direito, o campo de atuação do mediador é extenso, seja em pequenos escritórios, Sindicatos, em Câmaras Privadas de Mediação, Núcleos de Mediação de empresas públicas e privadas... pois como diz o pai da mediação transformativa, Joseph Folger “Não há âmbito em que não se possa aplicar a mediação”. E neste contexto,o profissional antenado, se destaca e já está colhendo rendimentos.

Rebeka Vieira

comments